arrow_drop_down
O justo viverá pela fé...

O justo viverá pela fé...

Martinho Lutero começou a estudar as cartas de Paulo e entendeu que a salvação acontece quando o homem abraça e se rende ao evangelho. Lutero escolheu obedecer a Deus e colaborou para libertar e transformar a vida de milhões de pessoas até os dias atuais.

 

O que foi a Reforma Protestante e o que ela significa?

A Reforma significa que a igreja passou por uma restauração onde o clímax foi o retorno à Palavra de Deus. Podemos dizer que o ponto alto da Reforma foi o retroceder de uma igreja desviada da Palavra de Deus para os caminhos da verdade. A Reforma foi uma volta à Palavra de Deus.

 

A Reforma pode ser resumida em cinco ênfases, as quais não podemos nos esquecer:

·         Sola scriptura, somente a Escritura. A Bíblia deve ser a nossa única regra de fé e prática.

·         Sola Fide, só a fé. A nossa fé não é uma religião, é muito mais do que simplesmente crer, ela é o relacionamento de amor que temos com Jesus.

·         Sola Gratia, só a graça. Deus providenciou, por causa de seu grande amor, de sua misericórdia infinita, para todos os homens, a salvação, o perdão dos pecados, por meio do sangue inocente do Seu próprio Filho, Jesus.

·         Solus Christus, somente Cristo. Deus fez tudo aquilo que era preciso ser feito por nós, por meio de Jesus, ali na cruz. Ele nos justificou, reconciliou, regenerou, ofereceu a redenção, identificação, santificação e a glorificação. Jesus Cristo é o único caminho para Deus.

·         Soli Deo Gloria, somente a Deus a glória: Tudo existe para a glória Dele. Tudo procede Dele e Ele é a fonte de todas as coisas. Deus tem o direito absoluto de receber todo louvor, toda honra e glória em tudo neste mundo. Fomos chamados e criados para a glória de Deus. Ele é o centro de tudo e não o homem. A Deus a glória, para sempre, amém!

 “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, glória eternamente. Amém!” (Rm 11.36).


Na essência não somos Luteranos, não temos oficialmente um nome de um homem – Calvinista – apesar da grandeza de Calvino, mas somos Reformados. Por quê? Porque somos a igreja de Cristo, a noiva de Cristo, a Igreja que sempre existiu e existirá. Somos uma Igreja que experimentou o processo de voltar à Palavra de Deus.